O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2009/08/11

SE O FUSCA DELE FALASSE

Filed under: Matutando — trezende @ 08:48

bananarace

champanheA carreira política de José Sarney guarda grandes semelhanças com a temporada de Fórmula 1.
A insistência em continuar com os pneus de chuva no clima quente e seco de Brasília dá provas de que é um piloto exímio.
A História mostra que ele vem se mantendo na liderança após várias voltas – e reviravoltas. Em parte pelo seu talento ao volante, em parte porque conta com colegas de equipe dispostos a segurarem os adversários bem lá atrás.
É certo que a missão não é tão difícil. É só pensarmos que há retardatários do nível de Eduardo Suplicy e sabotagem para dar e vender.
Sarney também vem soltando suas molas pelo caminho. Já machucou muita gente. Uns se recuperaram. Outros, como Collor, mesmo tendo saído numa Tamburello, permaneceram em coma por um período e se safaram. No caso específico de Collor, sobraram sequelas psicológicas graves, como o olhar zureta ou os tremeliques.
Vários devem ter pesadelos em que a bandeira quadriculada se transforma num pijama listrado.
Mas infelizmente Sarney não se parece em nada com Michael Schumacher. O heptacampeão mundial volta atrás. A simples mentalização de uma derrota fez com que ele desistisse de substituir Felipe Massa alegando dores no pescoço. Para quê arranjar sarna para se coçar se já está com a vida feita?
A exemplo de Schummy, Sarney já poderia ter se aposentado, mas bate o pé para participar de mais uma temporada. O que move José Sarney? A alegria do pódio. A comemoração regada a champanhe ou Romanée-Conti com os adversários. Uma vitória cura todas as derrotas.

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.