O Mundo Gira, A Lusitana Roda…

2009/01/10

LIGUE DJÁ!

Filed under: Mentes brilhantes — trezende @ 12:51

 

spray

 

saltpepperNão deem* risada se vocês ouvirem alguém com os olhos brilhantes afirmar euforicamente que encontrou o amor de sua vida com a justificativa da “química” no relacionamento. Começam a surgir evidências científicas de que esse papo pode não ser discurso de apaixonado.
O professor Larry Young, da Universidade de Emory, na Geórgia, dedica-se ao assunto há alguns anos. Esta semana escreveu um artigo na revista “Nature” sobre o que já está sendo chamado de “spray do amor”.
O corpo humano é um laboratório químico ambulante. Qualquer desarranjo nas substâncias que o compõem provoca problemas hormonais ou doenças mais graves, como a depressão. Ora, se somos uma reação química, por que o mesmo não valeria para os sentimentos?
Testes em animais ajudam a demonstrar os componentes genéticos e neurológicos do amor do mesmo jeito que auxiliaram a desenvolver terapias farmacológicas contra ansiedade, fobias ou desordens pós-traumáticas.
Ou seja, é possível que dentro de pouco tempo o excesso de amor – ou a falta dele – seja tratado como a depressão ou a ansiedade.
Um simples borrifo nasal de oxitocina é o suficiente para a mudança de comportamento das fêmeas. Segundo os cientistas, o hormônio aumenta a confiança e “sintoniza as pessoas nas emoções das outras”.
No teste, a fêmea exposta à oxitocina rapidamente criou laços com o macho. Já ao ter rebaixados os níveis naturais do hormônio ela rejeitou o macho como parceiro – mesmo depois de diversas cópulas.
No caso dos camundongos-machos, a
vasopressina foi a responsável por estimular a ligação com a parceira.

Segundo Larry, alguns sites na Internet já estão comercializando produtos como o “Confiança Líquida Reforçada”, uma espécie de colônia que mistura oxitocina e feromônios. Ele acha possível também chegar a um remédio eficaz até nas terapias de casais.

O que é motivo de comemoração para cientistas, empresários, apaixonados, xavequeiros ou insensíveis já deve causar dores de cabeça em proprietários de agências de encontro ou matrimoniais.
O papo do “não rolou uma química” só poderá ser usado se o estoque nas farmácias estiver desfalcado.

 

* este blog já tenta seguir a nova ortografia da língua portuguesa


About these ads

7 Comentários »

  1. Ai, meu Deus! Oxitocina aqui também? É dela que eu preciso prá ver se minha filha nasce logo! Dá prá passar o endereço da farmácia????
    Bjs!

    Comentário por Selma — 2009/01/10 @ 13:06

  2. Na compra de oxitocina, estudante paga meia?

    Comentário por wagner — 2009/01/10 @ 17:00

  3. Minha olfativa Tati, o que faz rolar uma química danada é o banho diário. Quando um dos amantes não é chegado numa chuveirada, não rola nada. Nem com a ajuda da oxit…

    PS:Este comentarista esta tentando achar a velha ortografia da língua portuguesa. Tá difícil.

    Comentário por caurosa — 2009/01/10 @ 18:20

  4. Sou do tempo que camelô vendia uma pomadinha que deixava o danado endurecido por 24,00 horas……pura utopia.

    Comentário por Juventino — 2009/01/10 @ 19:00

  5. Sinceridade?
    Quem tá precisando desse troço é o sujeito que não arranja namorada e fica estudando (ou inventando?) essas desculpas (ou ciência?). Abç,
    Adh (cético…)

    Comentário por Adh2bs — 2009/01/11 @ 13:44

  6. Não tem mais o que inventar eu acredito em amor e amizade . Em paixaõ eu naõ acredito e muito menos nessa oxitocina .Até parece que relacionamento entre um casal resolve com isso .Se o casal naõ aceitar o defeito do outro nunca haverá remédio muito menos para o tesão.

    Comentário por Marcia — 2009/01/11 @ 18:43

  7. Ótimo esse rótulo do “spray do amor”… Óleo de patchuli, conteúdo sob pressão, não garantia de safisfação conjugal e exatos 409g de conteúdo, já contando os 20% de brinde!
    Para ficar mais bizarro, sugiro 2 versões: a masculina, à base de Pinho Campos do Jordão, e a feminina, à base de Leite de Rosas…

    Comentário por Ricardo Rezende — 2009/01/11 @ 22:41


Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: